UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE PSICOLOGIA E DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO ALL YOU NEED IS MUSIC: CARACTERIZAÇÃO DA REGULAÇÃO EMOCIONAL DOS JOVENS ATRAVÉS

Description
UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE PSICOLOGIA E DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO ALL YOU NEED IS MUSIC: CARACTERIZAÇÃO DA REGULAÇÃO EMOCIONAL DOS JOVENS ATRAVÉS

Please download to get full document.

View again

of 103
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Information
Category:

Creative Writing

Publish on:

Views: 0 | Pages: 103

Extension: PDF | Download: 0

Share
Tags
Transcript
    UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE PSICOLOGIA E DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO  ALL YOU NEED IS MUSIC  : CARACTERIZAÇÃO DA REGULAÇÃO EMOCIONAL DOS JOVENS ATRAVÉS DA MÚSICA Ana Margarida Macedo Baltazar MESTRADO INTEGRADO EM PSICOLOGIA Secção de Psicologia Clínica e da Saúde Núcleo de Psicoterapia Cognitiva-Comportamental e Integrativa 2009    UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE PSICOLOGIA E DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO  ALL YOU NEED IS MUSIC  : CARACTERIZAÇÃO DA REGULAÇÃO EMOCIONAL DOS JOVENS ATRAVÉS DA MÚSICA Ana Margarida Macedo Baltazar Dissertação orientada pela Profª Doutora Adelina Lopes da Silva MESTRADO INTEGRADO EM PSICOLOGIA Secção de Psicologia Clínica e da Saúde Núcleo de Psicoterapia Cognitiva-Comportamental e Integrativa 2009  󰁩 AGRADECIMENTOS Com esta dissertação chego ao fim de mais uma etapa e ao início de outra, completamente nova e desafiante. Sendo uma fase de transição, é altura de avaliar o trabalho realizado e agradecer a quem nos ajudou a percorrer este caminho. É este último objectivo que pretendo concretizar simbolicamente neste texto. Quero agradecer especialmente às pessoas que estiveram mais próximas de mim neste período: os meus pais, Margarida e Carlos, e o Filipe. Fui capaz de ver este trabalho como algo meu, para minha concretização, com base nas minhas capacidades. Identifico nesta atitude o resultado da confiança que sempre foi depositada em mim e do ambiente de curiosidade e de gosto pelas descobertas que me rodeou ao longo da minha educação e desenvolvimento. Por isso, agradeço aos meus pais os valores que me transmitiram e que me tornaram numa pessoa forte. Ao Filipe agradeço toda a segurança e calma que me transmitiu. As suas palavras foram sempre capazes de restituir a confiança em momentos de maior cansaço e o seu sorriso esteve sempre presente nos momentos de entusiasmo e vitória. Que bom poder contar com vocês! Gostaria de deixar o meu agradecimento aos vários professores de Música que me têm acompanhado e que em muito contribuiram para o meu gosto pela música. Reconheço especialmente o papel da Professora Rita, que sempre me incentivou a explorar a Música dentro da Psicologia. Aos participantes desta investigação, muito obrigada por esta partilha tão rica e enriquecedora. À Professora Adelina Lopes da Silva, agradeço profundamente o interesse que sempre revelou pela minha investigação. A par da orientação mais técnica e académica, este foi um grande estímulo para trabalhar empenhadamente ao longo do ano.  󰁩󰁩 RESUMO A maioria das pessoas reconhece na música um grande poder sobre as emoções e usa-a de acordo com os efeitos que pretende. Os efeitos emocionais procurados na música têm indicado aos investigadores que existe uma utilização da música com objectivos de regulação emocional. A frequência com que os jovens ouvem música, a relação que estabelecem com este recurso e as suas próprias características desenvolvimentistas tornam-nos participantes ideais para o presente estudo. Assim, o principal objectivo deste estudo foi compreender a utilização da música na regulação emocional por parte dos jovens. Os dados foram recolhidos através de entrevistas semi-estruturadas realizadas a seis  jovens, com idades compreendidas entre os 16 e os 21 anos. A análise de conteúdo possibilitou a construção de categorias com base teórica e base empírica. O modelo teórico adoptado foi o modelo de processo de regulação emocional de Gross (1998b), que postula a existência de vários momentos nos quais se pode registar um esforço de regulação: selecção da situação, modificação da situação, gestão da atenção e modulação da resposta. Os resultados revelaram que a música é usada pelos jovens em todas as fases do processo de regulação emocional e que existem várias estratégias associadas a cada fase e subjacentes à audição de música. As estratégias mais frequentemente referidas foram a reavaliação cognitiva, o aumento da intensidade subjectiva da emoção, a provocação de emoções desejadas, a substituição da emoção, a distracção e a modulação de aspectos comportamentais. As limitações do presente trabalho, as implicações para a investigação e sugestões para estudos futuros são apresentadas e discutidas. Palavras-chave:  Emoção; regulação emocional; música; adolescência; estratégias.  󰁩󰁩󰁩 ABSTRACT Most people recognize the power music has on their emotions and use it accordingly with the effects that they want. The emotional effects people look for in music have been showing the researchers that there is a utilization of music with emotion regulation goals. The youth’s frequency of music listening, the relationship established with this resource and their own developmental characteristics make them the ideal participants for the present study. Therefore, the main goal of this study was to understand the utilization of music for the emotion regulation by young people. The data was gathered by conducting semi-structured interviews with six young people, aged between 16 and 21 years old. The content analysis allowed the construction of categories with a theoretical and an empirical basis. The adopted theoretical model was the Gross’ emotion regulation process model (1998b), that postulates the existence of several moments in which it is possible to observe a regulation effort: situation selection, situation modification, attention deployment and response modulation. The results showed that music is used by young people on all the phases of the emotion regulation process and that there are several strategies associated with each phase and underlying the music listening. The most referred strategies were cognitive reappraisal, increase of the subjective intensity of an emotion, stimulation of desired emotions, replacement of the experienced emotion, distraction and modulation of behavioral responding. Limitations of the present work, implications for the investigation and suggestions for future studies are presented and discussed. Key words:  Emotion; emotion regulation; music; adolescence; strategies.
Related Search
Similar documents
View more...
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks