Empregabilidade: as características de talentos femininos

Description
Fátima Cristina Luiz Leonardo Palestrante Graduada em Psicologia 2003, Pós Graduada em Gestão de Pessoas, Mestrado em Educação pela Universidade do Oeste Paulista UNOESTE, Coordenadora do Setor de Recursos Humanos da UNOESTE atendendo mais de 2.200 funcionários e respondendo pelos Processos Seletivos, Treinamentos, Administração de Conflitos e Retenção de funcionários. Atua como docente nos cursos de Administração, Ciências Contábeis, Recursos Humanos, Estética e Psicologia.

Please download to get full document.

View again

of 45
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Information
Category:

Jobs & Career

Publish on:

Views: 0 | Pages: 45

Extension: PDF | Download: 0

Share
Transcript
  • 1. " Empregabilidade: as características de talentos femininos” Fátima Cristina Luiz Leonardo
  • 2. • “Empregabilidade envolve a capacidade ou possibilidade de conseguir e manter-se em um emprego.”
  • 3. • No mundo corporativo atual, as empresas convivem com um ambiente cada vez mais turbulento marcado pela incerteza, velocidade e instabilidade.
  • 4. • Quem permanece? • O que as empresas buscam?
  • 5. • Pesquisas demonstram crescimento constante na participação da mulher em cargos mais altos das empresas. Cargos que antes eram ocupados pelos homens, hoje contam com a participação feminina.
  • 6. • Cuidadosas com os detalhes; • Intuitivas; • São cooperativas; • Sensíveis; • Persistente; • Afetivas, • Versáteis, • Tem Percepção aguçada
  • 7. • Polivalentes • Ágeis • Criativas • Gentis • Acolhedoras • Resilientes
  • 8. • Dedicadas • Comprometidas • Respeitam o próximo • Humildes • Trabalham em Equipe • Éticas
  • 9. • E quando o potencial se torna um perigo?
  • 10. • Somos bombardeados pelas informações. • Excesso de atividades. • Dependência Tecnológica. • Era do descartável. • Imediatismo. • Romper equilíbrio.
  • 11. • Mais sujeitas aos efeitos do estresse. • Estresse é uma resposta do nosso organismo diante de uma situação. • Impulso. • Não é doença.
  • 12. • O estresse é responsável por sermos produtivos. Ele nos coloca em movimento.
  • 13. Não é um mal, mas se não for bem administrado, poderá trazer consequências.
  • 14. • A fase da exaustão nos paralisa. Não conseguimos mais organizar ideias, afeta memória, irritação...
  • 15. Efeito Paliativo • Sono inadequado. • Alimentação errada. • Torna-se indiferente. • Perde o interesse. • Bloqueia criatividade. • Intensifica a ironia.
  • 16. Tristeza x Depressão • Tristeza • Momentânea. • Causa • Reação comum diante de um acontecimento • Duradoura (meses, anos...) • Patológica • Afeta capacidade cognitiva • Surge mesmo sem causa aparente • Altera sono, alimentação • A pessoa não vê solução para os problemas.
  • 17. • Inteligência emocional • Desenvolver tolerância • Administrar conflitos • Ser solucionadora de problemas “Melhor ser feliz do que ter razão”
  • 18. Princípios de Sucesso • Gratidão • Perdão
  • 19. • Cansaço é físico; • Desânimo é alma • Desespero é foco no problema
  • 20. DEPRESSÃO • Termo retirado da medicina cardiovascular que significa “redução da função” – Kraepillin (1989) • Baixo amor próprio • Melancolia • Falta de energia para investir na vida.
  • 21. • Irritabilidade. • Diminuição ou incapacidade de sentir prazer nas atividades. • Humor depressivo. • Sentimento de Medo; • Insegurança; • Desespero. • Ansiedade.
  • 22. • A mulher tem a atenção distribuída, enquanto o homem tem uma visão espacial aprimorada, ter sua atenção focada. • São habilidades diferentes, que se completam e conduzem para um trabalho de excelência.
  • 23. A conscientização das diferenças, potenciais e fragilidades é uma importante ferramenta para melhorar o trabalho em equipe, a comunicação e a cooperação entre homens e mulheres no trabalho. Homens e mulheres interpretam erradamente uns aos outros de várias maneiras.
  • 24. Modéstia • As pessoas têm um receio enorme em reconhecer as próprias qualidades. • Minimizam suas habilidades, • Não assumem os próprios talentos. • É não valorizar as próprias virtudes e competências Humildade • É a capacidade de reconhecer as fragilidades e procurar melhorar. • Da mesma forma que é importante reconhecer os limites, é vital assumir e valorizar as próprias capacidades.
  • 25. • Conhecer essas diferenças é uma ferramenta indispensável no campo do trabalho para saber lidar com a diversidade, solução de conflitos e a comunicação entre pessoas do sexo oposto. Ajuda a manter a equipe de trabalho voltada para a busca de soluções e dirige a atenção de todos para uma meta comum: o sucesso da organização.
  • 26. • Aquele que recusa um elogio, quer ser elogiado duas vezes.
  • 27. • Por quais as características que você é conhecido?
  • 28. Responsável Não tem medo de trabalho e leva até o fim. Cumpre prazos, assume erros e está sempre disposto a aprender. Engajado Engajamento é compromisso emocional e racional do funcionário, com esforço desmedido e intenção de ficar.
  • 29. Ética? • Preocupa-se em fazer o correto, da maneira determinada, sem questionar ou favorecer alguém pela afinidade ou receber algo em troca. Persistente • Sabe lidar com as situações difíceis sem perder a vontade de persistir. Não desiste no primeiro obstáculo.
  • 30. Resistentes • Não conseguem vislumbrar nada além do seu mundinho, e sempre acha impossível alguma mudança, pois o seu jeito de fazer é o melhor. Livro Aberto • Todos sabem tudo da vida dela, família, vizinhança... Usa o telefone da empresa para fins particular e toma conta da vida de todos.
  • 31. Reativo • Deixa tudo para a última hora, não se preocupa com a equipe. Garante o dele. Reclama sempre de falta de tempo Engraçadinho • Quer ser sempre o centro das atenções. Brinca com todos e força uma intimidade desnecessária.
  • 32. • Quais são suas metas? • Quando não planejamos, ficamos cativos do acaso. • “Quem não sabe para onde vai, qualquer caminho serve.” Nós escrevemos nossa história.
  • 33. As pessoas que compartilham das mesmas metas têm probabilidade de se interessar uma pela outra, mais do que simplesmente em termos profissionais.
  • 34. • O processo de satisfação no trabalho resulta da interação das condições gerais de vida, das relações de trabalho, do processo de trabalho e do controle que os próprios trabalhador e possuem sobre suas condições de vida e trabalho.
  • 35. Além de ser um profissional competente, seja um ser humano de valor. “A conquista é diária”
  • Related Search
    We Need Your Support
    Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

    Thanks to everyone for your continued support.

    No, Thanks